Loucura de Estimação: crônicas de amor e sexo

“Loucura de Estimação”, crônicas de amor e sexo, de Stella Florence, pela E-Galáxia: apenas em e-book na Amazon (http://amzn.to/2CFaPil) Livraria Cultura (http://bit.ly/2FsNfZf), Saraiva (http://bit.ly/2BLeGxE), Apple e Google Play (http://bit.ly/2EOiPzr). Preço: R$ 11,90 (não é promoção, é o preço de capa do livro). Prefácio por Daniel Bovolento: vem!

CapaLoucuraALTA

Entrevista super bacana comigo para o EXNAP: http://www.exnap.com.br/loucura-de-estimacao-novo-romance-de-stella-florence/

 

Como adquirir um livro publicado pela e-galáxia é simples. Veja:

Passo 1: ESCOLHA A LIVRARIA de sua preferência: AmazonAppleGoogle PlayKoboLivraria Cultura e Saraiva. Se você já comprou em algum desses sites (mesmo que não um e-book), o seu cadastro está pronto. Isso facilita.

Passo 2: entre no site da livraria e utilize a ferramenta de BUSCA. Digite o título do livro ou o nome do autor que você procura, selecione o item e conclua a compra normalmente.

Passo 3: para ler um e-book, ele deve ser aberto em um APLICATIVO Reader (ou seja, um programinha para leitura de livros digitais). Cada livraria tem o seu. É só baixá-lo gratuitamente.

Para ler em TABLETS ou CELULARES, vá à loja de APP do seu aparelho, procure e baixe o aplicativo Reader da livraria (kindle, iBooks, iba, Play Books, Kobo LC, Saraiva reader).

Para leitura em COMPUTADORES, baixe o aplicativo Reader diretamente do site da livraria em que realizou a compra.

Passo 4: quando abrir o aplicativo Reader, insira e-mail e senha idênticos aos utilizados na livraria.

Pronto! O e-book estará disponível para leitura em alguns minutinhos.

 

Como dar um ​e-book de presente:

Veja como é fácil e simpático presentear seus amigos com um e-book:

  • entre no iBooks ou iTunes do seu celular ou tablet;
  • encontre o livro que deseja presentar;
  • uma vez encontrado o livro, clique no ícone “Compartilhar” no canto superior direito.

 

Ensaio sobre o Loucura de Estimação feito pelo professor de literatura Pablo Diassi.

Loucura de estimação – crônicas de amor e sexo (2018) é o mais recente livro da escritora Stella Florence no qual grandes questões da literatura são elaboradas com uma linguagem nua que despe e expõe o leitor minuciosamente ao próprio corpo e a tudo que a carne sente, inclusive, a carne da palavra.

Loucura de estimação tem a mesma atmosfera, o mesmo relevo apurado e o mesmo caráter instigante visto em Big little lies (2017). No entanto, no campo da literatura tudo é mais visceral, mais brutal e também mais pensado, mais reflexivo.

Amor e sexo são afetos que se voltam para a ação, ou seja, são relacionados com um fazer – a gente faz amor, a gente faz sexo.

Neste livro Stella Florence está bastante concentrada em pensar o que fizemos do amor e do sexo, no contexto contemporâneo, e também o que nós fazemos uns com os outros quando fazemos amor e sexo.

Nesse sentido posso afirmar que o livro nos prepara para uma ética do amor e uma ética do sexo pois, em cada página, pensamento e ação estão continuamente se enfrentando até o limite para descobrir o melhor jeito de realizar tais afetos.

Se há quem confunda felicidade com nervosismo, há também que confunda amor com romantismos, violência, submissão, assedio, abuso, vício. Stella investiga, intimamente, as situações e os sujeitos que fazem do amor um drama, uma ferida, um crime, um trauma, sem deixar de pensar os (breves) momentos em que o amor se revela maior que tudo isso, porém, evitando a ideia falsa de que o amor cura tudo, ou pior, de que um novo amor é mesmo a melhor solução para qualquer problema.

Do mesmo modo Stella busca o sexo. Mas não o sexo resumido ao orgasmo e ao gozo, e tampouco um sexo afirmativo, no sentido de uma performance vulcânica, embora tais pontos não escapem. Stella pergunta pelo sexo no qual há encontro, entrega e ambos os corpos são felizes considerando tanto a diversidade e a cumplicidade que há quando algo é feito a dois quanto a singularidade que envolve o momento.

É preciso coragem para falar de carinho, atenção, cuidado e gentileza, enquanto grandes forças ativas, quando o sexo tornou-se principalmente o monotema de todo pancadão e de todo MC moralista.

Dos desencontros nasce a loucura, especialmente esta loucura de estimação, e o desencontro é, a meu ver, o grande personagem que Stella cria para este livro. O desencontro entre os afetos e a indiferença, o desencontro entre a traição e a confiança, o desencontro entre a generosidade e sexo, o desencontro entre o amor e o mundo. As nossas ações, guiadas para o sexo e o amor, também se desencontraram. Nós nos perdemos. Mas não estamos perdidos – ainda.

Vários desencontros, um seguido de outro, e todos eles em uma só jornada, em uma só busca – a busca pelo próprio encontro. E assim encontrar a si mesmo, encontrar um bom amigo, quem sabe encontrar um amor. Mas podemos também encontrar novos caminhos para experiências melhores e sem qualquer estima pela loucura.

Loucura de estimação é uma experiência melhor. Stella Florence já trilhou parte desse caminho e, bem lá da frente, nos chama para junto dela. Ler e  reler este livro é dar longos passos na direção da força e da lucidez.

Pablito